Buscar
  • Tatiana Francis

Como uma empresa pode ajudar o Cônjuge Expatriado (Expat Partner) na sua nova vida profissional

Sair do país para trabalhar é uma experiência que exige muita dedicação e uma preparação para que a vida fora do Brasil funcione. É necessário pensar não apenas nas mudanças pelas quais você vai passar, mas também em quem está em volta de você e como essa nova fase afetará suas vidas em diversas esferas.


E até que ponto a empresa pode interferir nessas questões? Como lidar e resolver esses problemas? É exatamente sobre isso que eu irei falar no texto de hoje.






O papel de uma empresa dentro de um processo de expatriação é fazer com que a mudança ocorra de maneira simples e que isso não interfira no trabalho do funcionário. Ela pode, por exemplo, ajudar a encontrar uma casa perfeita para a família e até mesmo ter um programa de apoio a funcionários, como a empresa alemã Robert Bosch faz há algum tempo.


Por outro lado, uma empresa não pode se envolver em problemas pessoais dos funcionários com seus familiares. O processo de adaptação é diferente para o cônjuge de um expatriado, que muitas vezes não tem uma perspectiva ou um objetivo claro de estar naquele lugar. A dificuldade de levar essa vida acaba sendo maior, o que pode gerar diversos problemas.


Para se ter uma ideia, a principal causa de repatriação precoce ocorre por conta de problemas com a adaptação familiar. Em muitos dos casos, isso tem a ver diretamente com os problemas enfrentados pelos cônjuges e pelas dificuldades não superadas. Isso é algo que deve ser resolvido pela própria família, mas é importante saber também que existem alternativas que podem ajudar.


Foi pensando na existência desse tipo de problema – e também vivendo alguns deles – que eu encontrei uma saída não só para a minha vida profissional, mas também para ajudar outras pessoas e famílias que passam por situações como as que citei. Foi assim que nasceu a ExpatYou.

Conheça o EXPATYOU

O que eu faço com o programa EXPATYOU não é apenas um trabalho, mas uma missão para melhorar e dar uma nova perspectiva a vida de muitas pessoas que passam por problemas de adaptação em outros países, principalmente no que diz respeito a mulheres de expatriados.


Como Especialista Intercultural o meu objetivo é preparar pessoas para uma vida totalmente nova e um novo contexto cultural. Geralmente esse tipo de mudança reserva muitos desafios práticos e emocionais, o meu papel é oferecer mais clareza sobre as diversas dificuldades que são comuns entre pessoas expatriadas, oferecer recursos baseados em estudos e experiências para que a adaptação seja mais favorável e facilite o alcance do sucesso da família como um todo na missão.

É possível encontrar um caminho para que toda a família de um expatriado tenha um propósito claro e possa viver em sintonia dentro de um novo país e de uma nova cultura. E é para te ajudar a chegar nesse lugar que eu trabalho todos os dias.

Tem alguma dúvida sobre o assunto? Deixe aqui nos comentários, fico feliz em responder todos eles!

0 visualização0 comentário